1. ASTROFÍSICA GLOBAL

Depois de desenvolver a Mecânica Global para explicar de forma alternativa os vaticínios da Teoria da Relatividade Geral de Einstein; a Física Global transformou-se no que em Física se conhece como uma teoria do todo.

Tendo em conta os horizontes absolutos descobertos, e porque há já algum tempo que queria expor algumas críticas à Teoria do Big Bang, decidi estudar as implicações sobre as ciências da Astrofísica e a Cosmologia.

No universo produzem-se mudanças de estado do éter global devido à energia elástica; por outras palavras, tem que cumprir-se o Princípio da Conservação da Matéria e da Energia ou Princípio da Conservação Global.

A Mecânica Global revelou aspectos surpreendentes que poderiam mudar a forma de entender o que se denomina matéria e energia escura e, ao mesmo tempo, a expansão e contração do universo.

O modelo gravitacional numa astronomia de caráter mecanicista e não relativista, como a Astrofísica Global, baseia-se na existência do éter global ou estrutura reticular inquebrável da matéria ao longo do universo; como suporte da gravidade, massa e energia cinética e, indiretamente, de ondas eletromagnéticas.

Consequentemente, poderão fazer-se muitas críticas à Física Global, mas não a de ser uma teoria ad hoc, salvo que seja ad hoc para a realidade física nas suas múltiplas manifestações.

Se uma nova teoria de todo é já uma tarefa bastante ousada, mais ainda é analisar como afeta uma questão tão especulativa como a ciência Astrofísica e a Cosmologia, com todas as incógnitas que nos proporcionam as observações recentes do universo.

Talvez por ser uma matéria tão pouco explicada pela ciência atual, a proposta da Física Global são algo mais ouvidas, apesar de terem menor probabilidade de ser corretas que as propostas sobre a gravitação, o eletromagnetismo e a formação das partículas elementares com massa.

Tenha-se em conta que o mais difícil de uma mudança de paradigma é a mudança e não o paradigma.

Neste livro podem destacar-se as duas partes seguintes.

  • Princípios filosóficos adicionais da Astrofísica.

    • Universo sem limites conhecidos, tanto no pequeno como no grande.

    • Falta de sentido de uma origem do universo do nada ou supersingularidade quântica.

  • Forças fundamentais da matéria como propriedades elásticas do éter global.

    • Tensão longitudinal dos filamentos do éter global.

    • Deslocação do éter global (efeito arrasto da massa)

    • Tensão da curvatura longitudinal dos filamentos do éter global (campo de gravidade - éter luminoso)

    • Movimento da referida tensão (efeito arrasto da energia eletromagnética)

    • Tensão transversais dos filamentos do éter global (campo eletromagnético)

    • Alterações na tensão transversais dos filamentos (energia eletromagnética)

    • Tensão de deformação ou compressão reversível do éter global (massa - interação branca e negra)

    • Forças nucleares de retenção exercidas pelas retículas do éter global (massa - confinamento ou liberdade assintótica)

  • Princípios de física que afetam a Astrofísica.

    • Consideração dos buracos negros e estrelas como conjunto de átomos e partículas elementares e causa dos efeitos de contração e expansão do espaço ou, melhor dito, de contração e expansão do éter global.

    • Possível relação entre o que se denomina energia e matéria escura, especialmente com a igual velocidade de giro das estrelas em algumas galáxias e o efeito de lentes gravitacionais, com as propriedades de contração e expansão do éter global e de arrasto da massa e da energia eletromagnética.

    • Possível variabilidade da constante da Gravitação Universal pela inclusão nele dos efeitos da energia cinética do conjunto de um sistema local, tais como planetas, estrelas.

    • Explicação física do campo magnético da Terra e outros planetas por efeitos semelhantes aos da configuração espacial do átomo.

  • Reflexões sobre aspectos da Cosmologia.

    • Críticas à Teoria do Big Bang

    • Origem do universo local de um Little Bang com proposta de possíveis causas do mesmo.

Este livro sobre a Astrofísica Global limita-se a propor conceitos e explicações muito genéricas dos fenômenos observados do universo. Por isso se pode dizer que é um livro para as pessoas interessadas, mas não necessariamente especialistas na área.

Também se pode dizer o mesmo porque não se utiliza a matemática de nenhuma forma. Não é que a matemática não seja útil e necessária, é-o, mas de outro ponto de vista.

Um terceiro motivo é a simplicidade dos conceitos propostos, especialmente se se compreenderam os processos de formação das partículas elementares com massa expostos na Mecânica Global.

Acumulação de estrelas
Hubble NGC-346 Mod O jovem dragão Unoji
(Imagem de domínio público)
Hubble - Acumulação de estrelas NGC-346 modificado em menos de um por cento
  • Exemplo físico simples

    A energia eletromagnética é como um fio com um giro transversal que se desloca sobre o mesmo e a massa é como um novelo de lã, mas em vez de com um fio ou um lençol, está feito como um nó corredio dentro de com uma rede tridimensional de elásticos.

Como sempre, recordemos que os distintos livros da Física Global formam um conjunto de argumentos e pontos de vista sobre a realidade física que se reforçam entre eles.