M O L W I C K
  

María José T. Molina

Teoria Cognitiva Global

O ESTUDO EDI

Gráficos de estatísticas

Índice de gráficos e estatísticas. Metodologia da investigação estatística sobre os coeficientes de inteligência. Análise com gráficos estatísticos da evolução de quocientes de inteligência.

10. METODOLOGIA DA INVESTIGAÇÃO ESTATÍSTICA

GRÁFICOS ESTATÍSTICOS

O título de cada gráfico deste estudo da inteligência com uma abordagem à família indica-nos a que variável do coeficiente de inteligência dos progenitores (R ou M & P) se referem as correlações. Estas correlações estão representadas em cada vértice ou ponto gordo das linhas de cores correspondentes às distintas varáveis dos filhos (H) objeto de análise e indicadas na caixinha da parte direita do gráfico.

Da mesma forma, na parte esquerda do gráfico situam-se as varáveis formadas pelas distintas agrupações de 1 a 10 valores dos 70 quocientes de inteligência (QI) existentes para cada uma das variáveis do modelo de dados originais, tanto dos progenitores como dos filhos, e sem ordem conhecida. Na parte direita encontram-se os grupos com os mesmos tamanhos, mas com os valores ordenados previamente à sua agrupação com a variável mencionada junto ao mesmo como critério estatístico de ordenação.

Cada gráfico condensa mais de 5.000 pontos de informação diferentes, correspondentes às inter-relações entre:

  • 70 valores de cada variável de coeficientes de inteligência dos pais, mães e filhos (70 famílias)
  • 8 variáveis ou medidas distintas do QI dos pais, mães e filhos
  • 3 variáveis de médias simples dos valores correspondentes aos coeficientes de inteligência dos filhos citados
  • 3 variáveis de determinados valores dos coeficientes de inteligência dos pais e mães
  • 10 dos anteriores vetores usam-se, por sua vez, como critérios de ordenação de valores
  • 10 tamanhos de agrupação de indivíduos
  • 20 valores de parâmetros de evolução na análise de sensibilidade
  • Inumeráveis variáveis aleatórias geradas pela simulação no modelo global

O conjunto dos gráficos e estatísticas reúne todas estas inter-relações, ou seja, mais de 1.000.000 valores. Note-se que a média de dois ou mais valores quaisquer tem uma dinâmica própria e mais ou menos independente de cada um deles.

Valores  Valores

Como exemplo da validade da informação pode dar-se como exemplo o caso de ter uma amostra histórica de 70 maços de tabaco, a amostra pode considerar-se de 70 elementos ou de muitos mais se pensamos que para cada maço se poderia investigar sobre:

  • O número de cigarros por maço
  • O tamanho dos mesmos
  • O tipo de volume do maço
  • A cor
  • Se tem imagens
  • Se contém advertências sobre a saúde
  • Tipo ou dureza das referidas advertências
  • Informação sobre o nível de nicotina e de alcatrão
  • Etc

Em definitivo, consegue-se uma percepção quase instantânea da bondade, tendências e inclusivamente possibilidades de melhoria de 60 ou mais coeficientes de determinação (r²). Tudo isto permitiu calcular e valorizar aproximadamente uns 500 milhões de coeficientes de correlação no conjunto do Estudo EDI- Evolução e Desenho da Inteligência.

À direita dos gráficos de estatísticas e por baixo das variáveis dos coeficientes de inteligência dos filhos encontram-se o r² máximo e o índice de correlação multidimensional global (a partir de agora ICMG) para representar num valor a bondade global dos ajustes mostrados num gráfico. Estará composto pela soma dos coeficientes de determinação das variáveis agrupadas.

Existirá um ICM para cada variável e um ICM global para as três variáveis estudadas em cada gráfico das estatísticas. O máximo ICMG (global) será 30, visto que se utilizam sempre 3 variáveis e dez grupos diferentes.

Na parte direita e debaixo do nome da variável indica-se o coeficiente de determinação r² e o ICMG para ajudar a entender as correlações estudadas.

Como se pode observar tanto nos gráficos como nos quadros resumo, os resultados são bastante surpreendentes. Sobretudo, o fato da sensibilidade do modelo ao critério de ordenação, aspecto que nos permitirá chegar a conclusões importantes.

MELHORES DADOS FONTE E VARIÁVEIS DOS GRÁFICOS ESTATÍSTICOS

* Indica que as variáveis se utilizam em situações como critério estatístico de ordenação das variáveis objeto de estudo.
** Indica que as variáveis se utilizam no modelo de dados como critério estatístico de ordenação das variáveis objeto de estudo, mas unicamente na investigação quantitativa do método de Verificação da Informação Genética(VIG) e na análise estatística sobre os progenitores do apartado de especial abordagem à família.
°

Indica que as variáveis se vêem afetadas, no seu caso, pelos parâmetros da evolução.

* R ° Variável do modelo dados composta pelos valores esperados do coeficiente de inteligência (QI) dos filhos obtida em função dos vetores de coeficientes de inteligência (QI) das mães (M) e dos pais (P), de acordo com as hipóteses da Teoria Geral da Evolução Condicionada da Vida (TGECV). Ou seja, combinação mendeliana de genes e aplicação do método VIG no modelo de trabalho da inteligência.
M & P Utilização conjunta dos dois vetores de coeficientes de inteligência (QI), o das mães (M) e o dos (P) como variáveis explicativas. Os coeficientes de determinação da regressão múltipla estimam-se mediante o procedimento de mínimos quadrados ordinários.
T1 Variável original do Young Adulthood Study formada pelo vetor de QI dos filhos – variável do coeficiente de inteligência original obtido diretamente no teste de inteligência Stanford-Binet.
T4 Variável original do Young Adulthood Study formada pelo vetor de QI dos filhos - variável do coeficiente de inteligência original obtido diretamente no teste de inteligência aos 12 anos: Stanford-Binet.
* WB Variável original do Young Adulthood Study formada pelo vetor de QI dos filhos - variável do coeficiente de inteligência original obtido diretamente no teste de inteligência aos 13 anos: Wechsler Bellevue.
T1-d Variável do modelo de dados estatísticos formada pelo vetor de QI dos filhos com valores extremos limitados a 10% em relação à média dos seis testes de inteligência originais.
X3 Variável do modelo de dados estatísticos formada pelo vetor de QI dos filhos - média de 3 variáveis originais.
* X6 Variável do modelo de dados estatísticos formada pelo vetor de QI dos filhos - média das 6 variáveis originais disponíveis.
* W ° Vetores de coeficientes artificiais de inteligência dos filhos gerados de acordo com várias especificações propostas pela Teoria Geral da Evolução Condicionada da Vida (TGECV) nos modelos de simulação da evolução.
* (M+P)/2 Variável do modelo de dados estatísticos formada pelo vetor de coeficientes de inteligência formado pela semi-soma do coeficiente de inteligência da mãe e o do pai.
* M1P1 ° Variável do modelo de dados estatísticos formada pelo vetor de coeficientes de inteligência formado pelo menor valor dos QI dos progenitores. O coeficiente de inteligência da mãe e o do pai.
** M Vetor de coeficientes de inteligência (QI) das mães (M) - Teste de inteligência utilizado: OTIS
** P Vetor de coeficientes de inteligência (QI) dos pais (P) - Teste de inteligência utilizado: OTIS
** 2P2M Variável do modelo de dados estatísticos formada pelo vetor de coeficientes de inteligência formado pelo maior valor dos QI dos progenitores. O coeficiente de inteligência da mãe ou o do pai.
 MODELO SOCIAL: T1, T4 e WB
Gráficos de estatísticas 
Ordem Função objetivo
R M & P
Gráficos ICMG r² máx. Gráficos ICMG r² máx.
(M+P)/2 q111 12,48 0,67 q112 13,05 0,80
M1P1 q113 12,17 0,87 q114 13,28 0,87
R q115 12,07 0,74 q116 13,05 0,75
WB q117 13,22 0,92 q118 14,68 0,99

Ir para o Estudo EDI

MODELO SOCIAL: T1-d, X3 e X6 
Gráficos de estatísticas

Ordem Função objetivo
R M & P
Gráficos ICMG r² máx. Gráficos ICMG r² máx.
(M+P)/2 q121 15,71 0,79 q122 16,03 0,80
M1P1 q123 14,98 0,92 q124 16,07 0,92
R q125 15,02 0,89 q126 15,88 0,90
X6 q127 15,05 0,91 q128 17,20 0,88

Ir para o Estudo EDI

MODELO SOCIAL: MÉTODO VIG 
Gráficos de estatísticas

Ordem Função objetivo
R M & P
Gráficos ICMG r² máx. Gráficos ICMG r² máx.
T1, T4 e WB
M q131 8,48 0,61 q132 9,16 0,69
P q133 9,44 0,59 q134 12,52 0,78
2P2M q135 7,55 0,61 q136 10,25 0,73
T1-d, X3 e X6
M q141 11,79 0,67 q142 12,14 0,71
P q143 12,28 0,69 q144 14,38 0,80
2P2M q145 9,20 0,56 q146 12,39 0,70

Ir para o Estudo EDI

DESENVOLVIMENTO QUOCIENTES DE INTELIGÊNCIA ARTIFICIAIS 
Gráficos de estatísticas

Gráficos Tema Observações
q550 ICMW Muito grande
q560 ICMW Semelhante a ICMG

Ir para o Estudo EDI

MODELO GLOBAL: T1, T4 e WB 
Gráficos de estatísticas

Ordem Função objetivo
M & P
Gráficos ICMG r² máx. Gráficos ICMG r² máx.
(M+P)/2 q151° 11,73 0,62 q152 13,05 0,80
M1P1° q153° 10,91 0,79 q154° 13,04 0,79
q155° 10,83 0,73 q156° 12,63 0,94
WB q157° 12,26 0,89 q158 14,68 0,99

Ir para o Estudo EDI

MODELO GLOBAL: T1-d, X3 e X6 
Gráficos de estatísticas

Ordem Função objetivo
M & P
Gráficos ICMG r² máx. Gráficos ICMG r² máx.
(M+P)/2 q161° 14,70 0,77 q162 16,03 0,80
M1P1° q163° 15,61 0,89 q164° 17,77 0,89
q165° 15,55 0,84 q166° 17,40 0,97
X6 q167° 15,05 0,91 q168 17,20 0,88

Ir para o Estudo EDI

 MODELO GLOBUS
(Gráficos de estatísticas do Modelo Global parametrizado)

variável X3
q573º
variável X6
q576º
seleção sexual com X6
q577º

AJUSTE DA EVOLUÇÃO INTERNA

Parâmetros
Evo. interna°
T1-d, X3 e X6 e critério de ordenação M1P1°
Função objetivo
Direta Indireta M & P
Mães Gráficos ICMG r² máx. Gráficos ICMG r² máx.
5 5 q171° 14,14 0,72 q172° 14,46 0,72
3 3   14,21 0,82   14,81 0,82
1 1   13,49 0,80   13,89 0,80
Nula            
0 0 q123 14,98 0,92 q124 16,07 0,92
Pais            
1 1   14,06 0,83   16,10 0,87
2 3   14,79 0,87   16,10 0,87
3 3   15,33 0,84   16,47 0,84
4 4   15,09 0,84   16,73 0,84
5 5 q163° 15,61 0,89 q164° 17,77 0,89
6 6   14,30 0,95   16,74 0,95
7 7   13,25 0,83   15,56 0,83
°Os parâmetros da evolução interna afetam a função objetivo R e a ordem M1P1

Ir para o Estudo EDI

 ABORDAGEM À FAMÍLIA
(Quociente de inteligência)

Gráficos Relação de família Observações
q571°
q572°
Evolução de QI de Mães Ajuste para Modelo Globus
q581 Relação entre os Filhos F Gêmeos idênticos
q582° Irmãos ou gêmeos dizigóticos
q583°
q584°
Clones Replica q553 °
Clones Replica q556 °
(1 Mães q585)  
(2 Mães q586°)
Progenitores Critério de ordenação M e evolução
(3 Pais q587) 
(4 Pais q588°)
Critério de ordenação P e evolução
q589° Seleção sexual – Casais Sem seleção (q563°)
Preparação Súper Modelo Globus

* * *

 

 

* * *

 

 

 

Quando Globus acabou o livro,
liga muito contente à Mª José para lhe dizer
e pergunta:

– ¿Tu achas que o Goblin gostará? –

Então Mª José respondeu-lhe:

– Não te preocupes.
Já sabes que tem um pouco de paranoia infantil! –

 

 

 

 
© 2002 Todos os direitos reservados