CONTOS INVENTADOS

O objetivo central deste conto para dormir é educar e convencer as crianças de que o teclado do computador se pode estragar se se golpeia violentamente.

Por ser um conto educativo com uma mensagem central e algumas mensagens secundárias classifica-se como conto com moral da história.

Note-se que o estilo da fábula é muito simples, com frases muito curtas e ideais bastante elementares, como prestar atenção, partir coisas, arranjar, zanga e colaboração técnica.

Na história verdadeira desta fábula as duas crianças maltratavam o teclado do computador e não havia forma de evitá-lo.

O conto está ilustrado com fotos do mundo real, e pode comprovar-se que as crianças estavam bastante divertidas com o jogo do Pacman, inclusivamente com certo vício com o computador. Os jugos sempre foram a melhor forma de aprender.

Esta fábula descreve com simplicidade a função social dos técnicos.

 

FÁBULA DE PISI

Era uma vez, na Califórnia,
na costa Oeste da América,
uma família de ovelhas;
o papai chamava-se Muto e a mamãe Shiip
e tinham um montão de ovelhinhas,
tantas que não sabiam exatamente quantas.

Um dia, o papai, Muto,
pensou que era uma boa ideia comprar um computador
para que as ovelhinhas pudessem jogar Pacman.

Crianças brincando no computador

Quando o levaram para casa,
as ovelhinhas começaram a jogar e adoravam.
Chamavam Pisi ao computador, e gostavam tanto dele
que havia sempre uma enorme fila para jogar
e, quando uma acabava de jogar,
ia para o fim da fila para jogar outra vez.

Para além disso, tratavam o Pisi muito mal,
pressionavam as teclas com muita força
e jogavam sempre Pacman,
dia após dia, semana após semana, mês após mês.
Pisi estava muito aborrecido e estava zangando-se
porque as ovelhinhas não faziam caso ao papai e à mamãe.
Eles diziam-lhes que tinham que pressionar as teclas suavemente,
com doçura e amor e que tinham que deixar descansar o Pisi de vez em quando.

Até que um dia, quando Muto e Shiip tinham preparado a mesa para comer,
chamaram as ovelhinhas para comer, mas não veio nenhuma;
voltaram a chamá-las e, como não apareceu nenhuma, começaram a buscá-las.
Como não as podiam encontrar, começaram a preocupar-se e preocupar-se.

De repente Shiip olhou para o Pisi e apercebeu-se que estava a funcionar sozinho;
então Muto aproximou-se do écran e viu como Pacman
comia uma ovelhinha e a metia num disquete.

Criança brincando pacman no PC

Desta forma, apercebeu-se
que em cada disquete havia uma ovelhinha,
de modo que as tirou dos disquetes
e chamou um técnico para que arranjasse o Pisi.

O técnico disse que tinham pressionado
as teclas com muita força
E que tinha estado demasiado tempo a funcionar sem parar,
mas que não era grave e arranjou o Pisi.

E desde então as ovelhinhas tratavam o Pisi com muita suavidade,
jogavam Sokoban, xadrez e outros muitos jogos
e para além disso paravam algum tempo para que ele descansasse.

E todos foram felizes, jogaram Pacman e vitória vitória,
acabou-se a história.

 

E agora…

DORMIR!